quarta-feira, 25 de novembro de 2009

She took a long cold look

Ficou sorrindo como se um elefante pudesse se dissolver em seus lábios enquanto eu apenas continuava a bater uma como se fosse o pai dela. Eu lembro dela perguntando a todo momento se estávamos doidões, eu adoraria, dizia, que tívessemos mesmo um motivo para isso, mas você nunca trás nada além do seu madcap laughs debaixo das pernas, quer dizer, acho que podemos ficar bem doidões só com isso e alguns hi-fis, o que acha?
Ela era fraca para bebidas, careta demais para drogas, mas fingia overdoses ouvindo Syd Barret para me agradar, não sei, queria matar minhas saudades da época em que eu ficava chapado só de me lembrar de woodstock. Geração saúde, menina, sou o garotão de 50 anos que abandonou o pozinho e a picadinha para encher a cara de jack daniels sem gelo enquanto me masturbo ouvindo meus lp's raros, prá jogar na cara dos jovens que nem você que o som deles é melhor, qualidade saca?
Lembro que lhe pedia que não fechasse os olhos, não importa se você vai gozar em instantes, continua com a porra dos olhos bem abertos, eu pedia, the beauty of love's in her eyes,
She was long gone long, long gone
eu te amo, ouvi bem perto do meu ouvido, procurei seus cabelos por toda a cama, apalpei entre minhas pernas e mesmo assim não encontrava seus cabelos para um carinho, eu queria ir abrindo eles, na verdade, deixando que eles se escondessem entre meus dedos até que sua orelha aparecesse, eu a morderia na pontinha para que você estremecesse e aí sim, encostaria a minha voz em sua imaginação e diria o quanto eu te amo minha garota. Mas você estava estendida no chão rindo, rainha de copas a espera de Alice.
Eu tinha o sorriso do gato de Alice, talvez lhe faltasse mais coração para ser a rainha.
-Syd poderia ser o chapeleiro maluco?

-Tá louca? Ele sabe dos caminhos, eles nos trouxe aqui. Ele é o coelho branco, a porra do coelho mais branco que existe.
- Ele brilha em nós.

-E você está louca.

Ela sabia que eu odiava esse papinho romantizado em falsete, eu tava velho demais prá loucuras assim e ainda mais sem porra nenhuma. Mas naquela incessante gargalhada ela só me pediu, entre um gole de ar e outro, que a chupasse.
-E por favor, seja romântico.

E fui, faixa 3, volume baixinho.

Honey love you, honey little,
honey funny sunny morning
love you more funny love in the skyline baby
ice-cream 'scuse me,
I've seen you looking good the other evening

(cantei bem perto daqueles lábios enfurecidos de juventude. Não me importei se a porra dos olhos dela estavam abertos enquanto gozou)

32 comentários:

Rafael disse...

Ela deve ter gozado unicamente por "love you".
Eu sempre desconfiei que você + Syd Barret dariam uma loucura dessas

Luna Cortez disse...

ai que inveja, Sid Barret trepando com você. uhu.

ber disse...

esses tiozinhos tiram onda!

Julia disse...

Sempre quis transar ao som do Barret, sorte a dela (ou a sua?.

Adorei a parte da rainha de copas
"talvez lhe faltasse mais coração para ser a rainha. "

Carol Mioni disse...

Foda. Literalmente foda.

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Esse texto tem que constar na tal antologia. Instigante e arrebatador. Ouvi estrelas ao som de Sydinho Barret. Os meios justificam os fins.

Marcel PH disse...

Haha, nem solto verbo, solto um 'oh'

Glauco Guimarães disse...

Cara de sorte hein.

Coloquei a tradução da HQ. Nem eu entendo a minha letra hehehe.

Adriana Gehlen disse...

ai que delícia katrina

muito delícia.

Adriana Gehlen disse...

Esse texto tem que constar na tal antologia. Instigante e arrebatador. [2]

tu é minha morenis escritora.

Daniel disse...

É gostoso transar ouvindo um som viajando aos ouvidos e após um cigarro, mas parei de fumar esse ano.
Beijo

Ricardo Rodrigues disse...

eu tb gosto de usar meias velhas

The Blues Is Alright disse...

Invejo Syd Barrett. Morreu aos 60 achando que não tinha idade.

disse...

foda, fazia tempo que não lia um texto tão bem cuidado, e elaborado pra parecer despretencioso. não sei se é a idéia que quis passar, mas foi como a mensagem chegou na cabeça. Os delírios são a força motriz do corpo...

Natália Corrêa disse...

tudo com Barrett acaba em psicodelia erótica... xD

Hugo Crema disse...

Sexo e rock n' roll (sem drogas além da lisergia do Syd), mistura perfeita. Quero ter sexo assim hoje e daqui a trinta anos.

Eric R. disse...

Uau
Forte e sensual.
Muito bom.
Mandou bem.

Bjo

Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Henrique disse...

Sexo pscodélico, 69 Woodstock.

muito bom.

Anônimo disse...

eu não disse?

Marcos Andrade disse...

Belo texto! Desenvolvimento maravilhoso!

Felipe A. Carriço disse...

Espero que eles não tenham perdido o horário, uma vez que o coelho está sempre atrasado.

Vital disse...

psicodelia e fetiche puro, mais fetiche bem mais que psicodelia.

você sabe rasgar com as palavras.

Ferdi disse...

Seus textos se bastam.
Comentar é pleonasmo, eles dizem antes "sou muito foda", por isso fico omissa e não deixo de ler um.

leandro disse...

wow
esse cinquentão está dentro de vc
consegui ouvi a sua voz e isso é transgressor.
maravilhoso, cada dia mais.

- Lara Alves disse...

*o* - extremamente apaixonante o que escreves /*
eu faria isso ao som de AMY WINEHOUSE - Stroger than me .
beiijos ;*

Sentilavras disse...

ah, tava com saudade daqui! gostei desse sexo.

Marcelo Mayer disse...

o cigarro sempre presente na depressão pós sexo.

Deni Maciel disse...

ha haaa.
e espinhas arrepiaaammm
o//
concordo com o comentário da carol mioni
..
grande abraço
ótimo fDs.
e feliz dia das luzinhas de natal que não funcionam...
/O_REVOLTADO

Cairoack disse...

É um texto simplório de uma profundidade escandalosa.... diria que vc eh um Bukowski versão feminina...

Maria Andrade Vieira disse...

Uau

Adriana Gehlen disse...

delícia!




Ps:
Quilmes eu não gosto taaaaanto, mas já serve.
Cranberries eu não vou, to sem grana. hehe
E sim, cervejas aproximam as pessoas, meu pai vai ganhar de mim as que ele nunca provou e sei que vai ser inesquecível. Tem como não ser? Mesma coisa que beijar uma boca gostosa que tu nunca beijou antes. Dá um tesão só de pensar. Mas ele vai ficar orgulhoso da filha... aí eu recebo coisas em troca. É o que espero... hahahaahaha