quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Carnaval fora d'época.

Tentei ser poesia
menina comportada num poema.
Mas você
me tornou carnaval fora de época
incabível em qualquer verso
das marchinhas
cantadas ao pé do ouvido
puladas na ponta dos pés.

27 comentários:

Marcos Andrade disse...

Mas vc continua poesia, de qualquer maneira...

NiNah disse...

Penso que você é poesia, bela.
Beijas

Maria Andrade Vieira disse...

ruptura é mesmo uma delícia. e depois, a ressaca.

Marcelo Mayer disse...

o pior nem é o carnaval, e sim a quarta-feira da ressaca pós este carnaval.

Katrina disse...

Acho que, eu nem teria ressaca, após ESTE carnaval, caro marcelo

Mai disse...

Fora de época mesmo.
Mas o importante é que você poetisa e bem...
Escolhe uma balada, Katrina, você é mais...muito mais.

Beijos.

Felipe A. Carriço disse...

Com serpentina e tudo mais.

Agatha disse...

Acho que é poesia quem quer.De qualquer maneira, há poesias feitas de carnaval e suas marchinhas.
Beijo.

Daniel disse...

Isso me lembrou aquilo que costumavam dizer "amor de verão não sobe a serra". É isso mesmo?

Beijo

Desmanche de Celebridades disse...

Lembrei de Chão de Giz, do Ze Ramalho. Aquela parte: "quanto ao pano dos confetes, ja passou meu carnaval.........e no mais estou indo embora". Algo assim.

Abraços.

Marcel Hartmann disse...

Mas também tem poesia no carnaval.

Leandro Mayfair disse...

cada vez melhor hein
vc

[M]. Atahualpa disse...

Irra!
Boto fé, festa constante ^^

Piie'tra disse...

Quem precisa ser comportada num poema? Quando fazem um, ser você mesma, o tanto mais louca melhor, o tanto mais insana... Tem coisa melhor?

Natália Corrêa disse...

Eu nem gosto de carnaval, mas acho que desse carnaval eu ia gostar.

*-*

maaria luiza disse...

"amor é bossa nova,
sexo é carnaval"

JaqueFonseca; disse...

e as marchinhas são o quê se não poesias que cantam em ritmo frenético uma dor ou uma alegria?

.Leonardo B. disse...

[letra a letra, não é a palavra construída... não, isso não existe! Existe, queira-se o não, um babélico verso dum corpo em construção! Viva os veros versos e outros demónios!]

um imenso abraço, Katrina
deste lado do ribeiro,

Leonardo B.

Marcelo disse...

achoe realmente bons teus versos..talvez sejam raros mesmo..
beijo

Rene Serafim - "Juninho" disse...

Eu estou num desses carnavais fora d'época...

Dayane disse...

Uma poesia,só que mais intensa.Que tal?Pra ser poesia não precisa necessariamente caber em tds as linhas,oras!

E.Suruba disse...

eu quero um carnaval

Deni Maciel disse...

luxo de textos.
adorei.
passei aqui tbm pra agradecer suas passages lá pelo bokitta de lo kabizze [italiano é chik] em frances é mais ainda...bouquétê di Kabidêu [é q vc num viow minha pronuncia ainda]
mas enfim...desejar um lindo fim d ano e q 2010 seja bm melhor pra todos nós.
um grande abraço
ótimo fds e feliz dia do enfeite d arvore de natal de forma cilindrica que quebra fácil.
Fui...até 2010 ....

Ferdi disse...

Katrina apaixonada é mais oce que nutella.

Mikaele Tavares disse...

Bem fora de época.
Mas, valeu a pena as marchinhas ao pé do ouvido?

Paulo Vitor Cruz disse...

mto belo o seu carnaval, chica... a esperança deu dois pulinhos aqui, mesmo já estando morta a mto tempo...

abs.

Paulo Vitor Cruz disse...

mto belo o seu carnaval, chica... a esperança deu dois pulinhos aqui, mesmo já estando morta a mto tempo...

abs.