quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Despindo o drama

Monólogo de Aurora


Não entro em acordos com a cor que destoa dos meus saltos, a contratempo, prefiro a cor dos meus pés sujos dos lugares onde pisei delicadamente como uma manada de leões em fúria. Invento todos os dias um novo rosto, traçando um novo olhar com delineador, dias de lábios encharcados de sangue, dias de lábios com estrelas. De estrelas entendo, apesar de ser Aurora, nunca amanheci.
Tenho nos meus saltos a minha vida inteira suspensa, sem eles, sou menos do que um grão de poeira entre meus dedos. É isso, quando toco o chão com humildade, deixo de existir. Só de saltos sou Aurora, mesmo sem amanhecer, ensaio os meus raios de sol sobre a existência alheia. Não peço desculpa pela minha superioridade quando piso com a ponta dos meus saltos em alguém. Saber que eles ferem, me cicatriza.
Não espero nada a longo prazo. A longo prazo fede a mofo, mijo velho conservado para exame médico. Mas também não tenho paciência a curto prazo. A curto prazo vem forte, mas sai fraco. Perde plasticidade e ganha história, anos semi razos. Por isso, segundo meu analista, eu não amanheço. Estou vestida de drama, me escondo atrás da lua, roubo a escuridão. Um dia, quem sabe, amanheço, eu sei.
Quando me despir de todo o drama e quebrar todos os saltos, vou ser aquela que amanheceu para a verdade. Seja ela qual for.


Despindo o drama: Fotonovela estrelada por Ferdi Mendonça (foto), com fotografias de Alline Nakimura e roteiro e direções desta que vos fala. Em breve, no lixo de textos.

24 comentários:

Ferdi disse...

Exceto essa, que foi tirada por mim mesma, né. *quebrando a magia*
Prazer enorme em ser sua Aurora, sua Aurora de saltos altos e auto-estima baixa.
Lindo, lindo.. uma honra.
:*

Natacia Araújo disse...

Já começou ? Obaa! Que máximo!
Texto incrível!

Rafael disse...

Esperando pelos primeiro capítulos.
Gostei da tua aurora, espero ela despida e se saltos até o último capítulo

Natália Corrêa disse...

Espero que Aurora não vire o pé (acontece sempre comigo)

Vou esperar ansiosamente pelos próximos capítulos. Quero ver Aurora amanhecer... :)

Natália Corrêa disse...

(eu esqueci de agradecer ao seu elogio no meu post. significa muito vindo de você :D espero escrever lixos de textos como os seus um dia)

Adriana Gehlen disse...

mazááá

Madame Morte disse...

Aurora parece banhar-se em figuras de linguagem, e afoga-se com sua própria beleza.Lindo.

Esperando pelos primeiros capítulos.[2]

Ricardo Pancho disse...

fotonovelas sao legais... espero um dia realizar uma

Wagner Lopes disse...

Olá
Fazia tempo que não visitava seu blog, estou com muita leitura atrasada. hehehe =)
Ja estou esperando o próximo capítulo da fotonovela.
bjs

Paulo Braccini disse...

magníficamente belo ... um espelho de nossas almas e mentes ... ansioso pela sequência ...

bjux Katrina

;-)

Leandro Mayfair disse...

Eita. Me achei ali em várias coisas. Hahaha
Vestindo o drama aqui, sempre.

Espero ansioso por isso!!

carla l. disse...

Vai vendo, em cima dos saltos, como se fosse superior. Quando amanhecer, quem sabe enxergue a verdade.

Adorei a ideia da fotonovela! Espero por mais em breve ein.

Luis Eustáquio Soares disse...

katrina, é este presente acumulado de tempos, desbordado de futuros, de frutos, que é todo nosso, como água de todos e de ninguém, como poesia, como sendo o diverso no verso do ver sóis, girassóis.
beijos
luis de la mancha

Glauco Guimarães disse...

Tá lá a segunda parte!!!

Mikaele Tavares disse...

Lixos de textos??
Não....
Seus textos são ótimos...

Maria Andrade Vieira disse...

saber q eles ferem me cicatriza... excelente excelente excelente!

Sam disse...

Gostei desta Aurora que não amanheceu. Dramas e mentiras sinceras me interessam.

Daniel disse...

Me embrou o que costumo chamar de "Jogar a batalha suja da vida".

Não é fácil, e requer ataques também, e não somente defesa.
Beijo

Paulo Vitor Cruz disse...

vc escrevendo de um jeito desses, eu lendo e ficando desse jeito... até q somos uma boa dupla... risas...

*sem jeito esse comentário, n?...

besitos, chica.

Jaya disse...

Penso eu que já consigo amanhecer. Ontem, era madrugada, e no meu quarto eu fazia sol.

Amanheça, Katrina.

Um beijo.

[E é bom estar de volta, te lendo].

HSLO disse...

Legal viu. E ai gostou do Enem, como foi?

abraços

Hugo

Felipe A. Carriço disse...

Pululando os montes. Salto a salto.

__

Katrina, não tenho feito muitas visitas pq estou de meio que "de férias" da vida virtual. Mas agradeço muito suas visitas lá no Não me faz pensar, por mais que sinta que, aos poucos, ele está morrendo. De qualquer forma, sempre que puder apareço por aqui!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Profundamente imundo!
Absurdamente fenomenal!

Fabiele disse...

Vinho tinto. Pra tira gosto algo picante como Lixo de textos.
Que por sinal é uma parafernália e tanto!!! adorei este lixo de textos.
Merecidamente 10.