sábado, 8 de maio de 2010

Arranhão.

Aprendi com os meus gatos
7 vidas é muito pouco
quando se quer morrer de verdade

20 comentários:

Suelen Braga disse...

Nossa, as vezes a minha única vida já se torna muito pra mim...não me imagino possuindo 7 =) rsrsrsrs

Beijo grande
Estou seguindo =*

Rene Serafim - "Juninho" disse...

é pouco... ainda mais quando se morre de verdade.

Marcos Andrade disse...

Mas vc vive em seus textos!

Mikaele Tavares disse...

E é preciso driblar os gatos que acham que somos na vida.

Marcelo Mayer disse...

essa matou a pau... e não foi a dona chica

muito bom!

Ale Danyluk disse...

Pra morrer basta abandonarmos nossos sonhos....

Bjo
Ale

HugoCrema disse...

Melhor morrer de verdade que viver de mentirinha.
E tenho dito.

Stella Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Katrina disse...

Eu eu odeio comentários vazios como esse, minha cara

sarah disse...

vontade de morrer?
só não se mata !

Maria Vieira disse...

é verdade. 7 vidas é pouco.

JaqueFonseca; disse...

Eu já acho o contrário, pra quem quer morrer, de verdade, não precisa de vida nenhuma, afinal essa já lhe foi tomada com o aparecimento desse desejo.

Mai disse...

Só direi que você tem voz forte, dessas que espanta a morte quando ela quer se engraçar.
abraços, Katrina

Stella Rodrigues disse...

Desculpa moça, não foi por mal :/

Glauco Guimarães disse...

Kd a primeira pagina????

Marcel Hartmann disse...

e 7 vidas são poucas quando se quer viver de verdade.

Francisco Jamess disse...

e aí, mano o/

tem um selo "Prêmio Dardos" pra você no meu blog.

http://baiucadobardo.blogspot.com/

firulas mil.

sarah disse...

realmente é muito pouco.

Matheus N. disse...

engraçado, acho que pra se morrer de verdade tem que ter vivido de verdade, e aí 7 vidas realmente não são nada.


na medida :*

Cassiana disse...

às vezes acho que cada vida é eterna, e se acaba toda vez que nasce o sol...