sábado, 26 de setembro de 2009

O tempo em minhas mãos (Ou você em meus braços)

Nos teus olhos as pessoas se amam bem mais do que se permitem e o mundo parece bem mais leve do que este que eu carrego dentro do peito com o peso de milhões de anjos caídos da fronte do paraíso que você carrega consigo dentro dos teus abraços que eu espero

[como espero a anunciação de todos os evangelhos pelos lábios maculados de dor & sangue de algum Jesus do qual possamos tocar e sentir o gosto da verdade

Não consigo acreditar em Deus se eu posso acreditar em seus olhos inquebráveis & irreversíveis
injetados de sangue do teu imaculado coração]


Toda minha'lma cheira a sandâlo em noites de verão mas nas noites de verão ela também exala esgoto
Todo o meu corpo se embala em um samba-canção mas nenhum samba-canção se embala por meu corpo.
Todo meu pensamento se encanta com os teus sonhos mas teus sonhos também se encantam por outros pensamentos.

Morderei cada lembrança
e cada lembrança terá seu sabor agridoce&etílico&inebriante
atordoado
sufocante como cada abraço

[paraíso amortecido e esquecido e dilascerado onde todos os anjos gozam Amém, graças a você, Aleluia
Hosana aos que sofrem, aos que perdem, aos que morrem todos os dias e no dia seguinte ressuscitam amargamente em suas camas. Hosana]

Todos os dias eu sonho com São Paulo
sempre dentro de você
E acordo sempre em algum inferno artificial
sempre muito longe de você

Ainda te colocarei dentro de um poema embrulhado por um belo blues
(Presente só meu, passado de outros)

21 comentários:

Marcelo Mayer disse...

as vezes é mais fácil acreditar em deus do que tentar compreender nossa própria existência.

Jéssica disse...

Faço das palavras acima as minhas.

E não esqueça que ele pode estar em tudo. :)

;*

Julia disse...

Ainda mata alguém do coração menina.

Vou morder cada pedaço do que escreveu.

To vendo que vai surgir alguns comentários sobre o verso que fala sobre não acreditar em Deus, mas isso, vai da interpretação de cada pessoa. Não quer dizer que você não acredite mesmo nele, e se não acreditar, não precisa ouvir lição de moral de ninguém. Tudo em favor da licença poética.

Katrina disse...

Julia, obrigada pela compreensão :)

Prefiro não entrar em detalhes, acho que não vai ter discussão alguma sobre esse verso. Odeio explicar o que escrevo, mas, só queria enaltecer que a única fé que tenho,é no amor. E o amor é supremo.
Do que adianta acreditar em algo sem acreditar com amor?

Marina disse...

concordo com tudo, e uso as palavras pra mim. :)

Willian Lins disse...

Acho bonito querer assim com tanta força, tanta crença.

um beijo!

Patricia disse...

Morderei cada lembrança
e cada lembrança terá seu sabor agridoce&etílico&inebriante
atordoado
sufocante como cada abraço

amei esse verso.

e pensei quando você disse que ainda não tinha escolhido o que ser "então ainda há tempo de escolher direito menina!"

:*

Daiana Costa disse...

A concepção maior, é acreditar em algo, indepedente de que for o tal.

E creio que no texto há fragmentos mais importantes que qualquer crença ou descrença.

Gosto dessa exaltação romântica. (:

R. disse...

e o amor faz.
sempre faz.

disse...

Sumiram as palavras todas, mas ficou um sentimento em mim.

Lindo.

viic :) disse...

lindo o seu texto, e concordo quando você diz "Do que adianta acreditar em algo sem acreditar com amor?"

Vanessa. disse...

Sem palavras.



:*

as viciadas disse...

E o que eu diria: ah, sem amor, eu nada seria!

Palmas para você e suas palavras!

E.Suruba disse...

cara!!!
viajei no teu texto
mt bom, vc escreve de um jeito gostoso de ler

viic :) disse...

nunca assisti Grey's anatomy, é bom?

Rafael disse...

Uau, que legal, hein? bem interessante...
Bjs

Thayana M. disse...

Tava lendo seus textos agora
que coisa linda :)
Kah
é a Thay
te adicionei aqui ok?
:*

Natália Corrêa disse...

agridoce são suas palavras.

R. disse...

Ei moça.

O ruim de ficar afastado da vida de blogs é largar os blogs bons e, quando se volta, tem-se muita coisa pra ler.

Li a primeira frase três vezes. Tem coisas que os outros escrevem que, pra gente, fazem sentido, um sentido profundo, já reparou?

Sua alma cheira bem.

E já coloquei o irlandês na caixa do sedex (mas o correio ta de greve).

Muito bom voltar aqui.

Bjs!

P.s.: gostei da foto nova :)

Daniela Filipini disse...

Realmente, incrivel! Adorei!

Felipe A. Carriço disse...

Poxa, belo texto! Gostei da maneira como ele toma forma e a leitura flui de maneira rítmica.

Obrigado pela visita! Voltarei aqui mais vezes.