quarta-feira, 10 de março de 2010

Consolação, Domingo.

17 horas, uma avenida nos espera sem horário marcado, sinal vermelho para todos menos você, que atravessa todos os sinais fechados para me encontrar do outro lado, mesmo que eu jamais soubesse que estive ali, exatamente te esperando como espero pela certeza entre uma estação e outra.

Não sabia por onde me perder, na ponta dos pés escolhia entre a Jaú e a sua voz ou entre seus olhos e a Handock Lobo, mas preferi que fosse no Paraíso entre o seu sorriso e o vão da Plataforma.

Ainda estarei por lá, próxima esquina entre um sonho e outro, de mãos dadas com com qualquer destino. Esperando que me encontre novamente.

15 comentários:

Lelli Ramz disse...

Nossa
e eu estava quase lá.. fiquei pela Trianon... rsrs

bjinhus

Lelli

Luna Sanchez disse...

GPS ajudaria? Será?

...

Beijo,

ℓυηα

Maria V. disse...

sutil, lírico, foda.

Mai disse...

Sabe o que gosto de ti ou de tua escrita? Você escreve a dor sem drama, feito quem sangra uma hemorragia e diz: "não é nada".
Você é uma escritora e neste texto está poeta e como é teu estilo, fraturante.
" preferi que fosse no Paraíso entre o seu sorriso e o vão da Plataforma."(Katrina)
Suas metáforas são geniais.
E todo vazio ou vão das esperas, metafórico ou não é barra.

Ferdi disse...

E ele te encontrará.

Camile Christina disse...

gostei como falaram bem sutil ...

Ma.chine disse...

Que lindo!

Beijo

Felipe A. Carriço disse...

Da próxima vez tente correr antes do sinal de fechamento das portas!

Sentilavras disse...

E se vc o encontrar primeiro? Se é q já não o encontrou...

l u a * disse...

transformar o tédio em melodia.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

E parece que a gente vive a esperar um encontro com aquela pessoa mesmo que incoscientemente.

Vou add sim, ou se vc quiser pode fazer isso!

Abraços ;]

Maldito disse...

Se a rua não for perigosa, é um bom lugar para esperar!

Hank disse...

Muito bom.
Passei por isso muitas vezes.
Cheers

Dandara disse...

a tal de esperanza no fundo do bolso costurado de vazios cheios.

Marcelo disse...

ta bom esse lixo