sábado, 29 de agosto de 2009

29/08

Para Douglas, meu presente de aniversário



Escolhi vermelho. Nas unhas, bem perto do coração.
Os dedos impacientes brigam entre si, o vermelho borra as laterais, eu reclamo no silêncio, eu sei, eles querem logo encontrar você. Rascunhar seu rosto no espaço em branco do meu olhar, tocar o vazio ao meu lado na cama. Sorrio, enquanto limpo as unhas, ali tanta pele sua guardada, eu quase poderia ter mais um de você só com esses pedacinhos, e sorrio novamente, por lhe ter inteiro.

Sei que gosta do vermelho das minhas unhas na sua pele vermelha pelas minhas unhas, das minhas mordidas desaforadas causadas pelas suas mordidas quase obscenas, dos meus abraços apertados com medo de não lhe abraçar completamente, mera desculpa para sentir o seu corpo ofegante de encontro ao meu, da maneira mais discreta que se pode existir. Ao contrário do meu amor, indiscreto e peculiar, feito de suspiros e gritos, um não tão diferente do outro por sinal. A gente também, não tão diferente um do outro, por sinal. Vermelho, aquele que pára tudo.

10 comentários:

Eloisa disse...

Katrina tem meme para ti la no blog..

beijo, beijo.

Gabriela Castro disse...

Garota, adorei tuuuudo aqui. Seus textos são ótimos! Parabéns!
beijos

Rafael disse...

Hum, um bom presente!
:)
bjs

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu blog.
Ótimos textos, gostei daqui,
Maurizio

Picles disse...

vermelho: caos e subterfúgio.
amei.

Sepheres disse...

Intenso.

Germano Xavier disse...

Ratificando o que já houvera dito aqui. Nada, absolutamente nada de despojos ou coto.

Meu carinho, Katrina.
Sigamos...

Eloisa disse...

Tive que comentar aqui, tive. A TUA CARTA DE ROMPIMENTO FOI A MELHOR, A MELHOR QUE JA LI ATE AGORA!
um beijo.

Felipe Braga disse...

Adorei!
É pena que só mulheres podem responder. Mas você representou muito bem.
Parabéns.
Beijos.

Felipe Braga disse...

Comentei no texto errado. Sou um idiota! rs