domingo, 1 de janeiro de 2012

Cola Pritt

Fiz um risco sobre a linha do metrô
que leva exatamente o mesmo tempo
do plano que tracei para esquecer
as palavras que eu recortei
da revista que você odeia
e que colei
na tentativa de criar um poema
que mesmo rasurado no título
fizesse algum sentido saturado.
Mas as palavras caíram uma por uma
por falta de um pouco mais de cola pritt
e muita sinceridade.

3 comentários:

Roberto Borati disse...

puta que pariu, um dos melhores poemas do ano novo.

Bruna Gabriela disse...

Uau.
Parabéns!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Como sempre, um furacão!
Adoro suas poesias.

Abraços Imundos.