segunda-feira, 23 de julho de 2012

Fotografia sobre a mesa


Tire alguma foto
da qual a realidade seja
mais agradável do que vista
sem nenhuma lente
sem nenhum preconceito
e sem nenhuma violência.
Alguma foto menos
Degradante
em que os rostos não tenham essas marcas
que os daqui carregam
tão doloridas
aos nossos olhos
que já quase não os suportam.

Tire alguma foto
que me conserve
sorridente
prá eternidade
porque você sabe
o quanto
isso é impossível
nesta realidade.

9 comentários:

felipe blanco disse...

conheço uns meninos que chupam luz atrás de iluminação pessoal.
não é meu caso.
me manda um email katrina
feb_335@hotmail.com
beijos
F.Blanco

Daniel disse...

Para não aparecer as dores marcadas em um rosto seria melhor então tirar um Raio X e não uma foto, pois normalmente as boas fotos captam a dor interior.

Daniel

Camila disse...

Vamos tirar uma foto de todas as felicidades e ser felizes com elas, apesar de tudo né.

Intimidadora. disse...

Me lembrou TM.

"Os olhos mentem dia e noite a dor da gente..."

Fotográfias.

Beijo, moça.

Sabrina Nery disse...

A gente vive inventando outras realidades, seja por meio de fotos, de palavras, de músicas... só pra fugir da nossa.

. disse...

katrina, é a hillé. não achei e-mail para escrever. sobre a sua jaqueta: estou morando no rio de janeiro e minhas coisas (assim como a sua jaqueta) ficaram em são paulo. certamente, ela está dentro de uma caixa, então vou pedir para minha mãe procurar e marcar algo para te devolver. outra coisa, não fui eu que a trouxe para a casa [eu sai da festa inconsciente], não uso jaqueta jeans, nosso tamanho também é diferente, ou seja, não tenho motivos para querer ficar com ela. fica tranquila, gata.

Junker disse...

Sei lá pq caralho isso me lembrou do Herzog. Vc ja percebeu que eu saio de olhos fechados em boa parte das fotos em que participo??? Sou um cadáver fotográfico.

Fernanda disse...

Gosto de vim repousar minhas asas aqui. Gosto de colocar fotografias sobre a mesa e lembrar das coisas que aconteceram a minutos atrás, tal como fotografias recentes que tiramos com a memória. Volte a postar aqui, com teus textos longos, por favor. Um beijo e espero que tudo esteja correndo bem.

Gustavo Alvarez disse...

poema semiótico...