quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Microdrama #1

Errou o alvo, no lugar de matar as saudades, matou a mulher.

16 comentários:

- maria elis disse...

acho que alguém precisa de um óculos '-'
(hi hi)

Daniel disse...

Isso sim é o cúmulo do absurdo, caso fosse verdade rsrs
Beijos

Daniel disse...

Ou melhor, tem alguns loucos por aí que por medo de ter saudades da mulher que os abandona, lhe mata.

No meu outro comentário eu falei sobre o cúmulo do absurdo, mas, neste, é apenas um verdadeiro ABSURDO.

Beijos

Mai disse...

Um mega drama e um baita microconto.

Adorei essa tua versão e aprovei essa tua invenção.

abraços, Katrina

Sentilavras disse...

acontece nas piores famílias.

Luís disse...

Hahaha! Achei Millôr. Achei genial!

lucas gandin disse...

clap clap clpa!

Maria Vieira disse...

mais verossímil impossível

The Blues Is Alright disse...

Teve uma vez que eu queria ter errado o alvo assim, mas o que eu acertei mesmo foi um espelho. Tô no quinto ano dos 7 de azar. Sorte a minha, né?

Alex disse...

huAHS..MEGADRAMA.

deh ramos disse...

noooooooossa ._.

JaqueFonseca; disse...

me lembrou Bolero Matador - Ecos Falsos (8)

Cleyton Cabral disse...

Boa!

Luna disse...

pegou a safada com o ricardão.

R. disse...

trágico e espirituoso. dá um disparo de graça desajeitada, e um amargo de arrependimento. bueno (:

Paulo Francisco disse...

Este seu lixo é um luxo. Vou frequentá-lo sempre. Gostei do microconto.